RÁDIO NOTURNA FM FRUTAL MG

 

  Links:  



 
 


Mapa 01 - Detalhe da folha Physical Earth da National Geographic Maps, Washington, E.U.A., 1998, modificada na lateral, apresentando a Tripla Projeção de Winkel, Meridiano Central 0º,escala original 1:54.100.000, sobre imagem de satélite da costa do Brasil e parte da América do Sul.



Mapa 02 - Detalhe do Atlas Miller de Lopo Homem dos Reis de 1519, século XVI, da Biblioteca Nacional da França, apresentando muita semelhança com a imagem ao lado. Representando assim, a grande exatidão com que os levantamentos da costa brasileira já vinham sendo feitos desde o século XV.



Mapa 03 - No prefácio de seu livro Bahrye, Piri Reis descreve como se baseou e preparou este polêmico mapa, na cidade de Galibolu, entre 9 de março a 7 de abril de 1513. Em 9 de novembro de 1929, em uma prateleira no Museu do Palácio Topkapi, em Istambul, ele reapareceu. Abaixo a imagem deste magnifico mapa apresentando partes das costas da África , América e Antártica.




Mapa 04 - Detalhe do mapa de Alberto Cantino que se encontra na Biblioteca Etense de Módena, Itália, que foi concluído em 1502, onde apresenta partes da costa da América e Norte do Brasil. Fato notório é que ele se apresenta remendado na ponta esquerda. Representado a possibilidade de, ter sido concluído esta parte do mapa depois, por motivos prováveis de “novas informações”.



Mapa 05 - Mapa da Lacônia que consta na “Description of Grece” de Pausanias, Harvard University Press, USA, 1971. Nele podemos apreciar a cidade de nome Brasiae, no lado superior da folha e próximo a Sparta no lado continental.




Mapa 06 - Mapa do globo terrestre apresentando a Projeção Eqüidistante Azimutal centrada na cidade do Cairo, Egito.Força Aérea dos Estados Unidos da América -USFA

Mapa 07: Detalhe do "Plano del puerto del Rio Janeiro situado en la latitud S. de 225410 longitud occidental de Cadiz 3631", ano de 1780


Mapa 08: detalhe de "Plan de la baye et de la ville de Rio Janeiro", autor Duguay-Trouin, ano 1740


Mapa 09: MapaMappa de Toda a Extenção da Campanha feixada pelo Rio Grande e pelos registros que limitão a Capitania de Minas - autor desconhecido, prov. séc. 18.


Mapa 10: Mapa Editado na Idade Média (Nordenskiöld, 1483 -Brescia), baseado no trabalho de Ambrosius Macrobios (395-423 dC). Note-se que este mapa era comum durante toda a Idade Média, e que colocava a existência de uma terra coberta de gelo na parte austral do mundo quasese como uma certeza.


Mapa 11:O mapa de Virga já demonstra a tendência das cartas náuticas (mapas portolanos), da qual o mapa de Piri Reis faz parte.

O uso do compasso e das bússolas como instrumentos náuticos, comuns desde o fim do séc XII , junto com o desenvolvimento do astrolábio, foram decisivos para a criação das cartas náuticas, que conseguiram um grande grau de perfeição já no séc. XIV. No final desse século os cartógrafos já tinham conhecimento de latitude e longitude, além de terem idéia dos círculos polares.

O mapa de Piri Reis não foi feito como os mapas modernos, com grades verticais e horizontais para facilitar a localização. O método utilizado é mais antigo, aperfeiçoado por Dulcert Portolano, que utilizava uma série de círculos com linhas se irradiando a partir deles. Os mapas feitos com esse método são, por isso, denominados de mapas "portolanos". Seu objetivo era guiar os navegadores de porto a porto, ao contrário da concepção moderna que é a de localizar uma posição. 

Note-se que cada capitão de navio levava consigo um cartógrafo, cujo trabalho era para "consumo interno", ou seja, para orientação do capitão e não como trabalho em prol do conhecimento geográfico do mundo. Por isso cada mapa era praticamente personalizado.

Outro exemplo de mapa portolano e que apresenta as mesmas deformações no continente americano que o mapa de Piri Reis é o feito em 1502/1505, pelo genovês Nicolo Caverini.



Mapa 12: Neste mapa editado por Martin Waldseemuller, em 1507 apresenta o mesmo formato alongado do continente sul-americano.


Mapa 13: Assim como houve enganos quanto a penínsulas não existentes, algumas ilhas fictícias foram acrescentadas ao mapa. Isso era algo comum aos mapas da época. Há diferenças de latitudes, tanto nos hemisférios sul e norte da América. O rio Amazonas é colocado duas vezes, uma com a foz e outra sem. 
Além do mais, o continente Antártico não está representado com a famosa perfeição, tanto em localização (está uns 10° defasado, na altura da costa uruguaia) como em contorno, com ou sem a capa de gelo.


Mapa 14:

Inicial
Jornal Rota 99
Multimídia
Seminário
Simpósio
História da Aviação
História de Frutal
Fatos históricos
Curiosidades
Humor
Piadas
Mensagens
Fotos de Frutal
Pássaros do Brasil
Culinária
Nossos Programas:
Expresso Noturna
PG Lu Ferreira
PG Alaide Rodrigues
Quando a Vovó j Biroca
Outros Sites:
Velocímetro
Jogos Grátis 
Tradutor de Palavras
Baixe Programas P/PC
Links Sociais:
Mst
 
Fome Zero
 
 

 

 

 

Noturna FM Frutal MG © 2005 2011